Dicas e Cuidados com a Embreagem

EMBREAGEM

EVITE PISAR NA EMBREAGEM SEM NECESSIDADE

Se você adquiriu o vício de segurar o pé esquerdo na embreagem mesmo quando não há a necessidade de trocar de marcha, é bom começar a repensar esse hábito. Afinal, tal prática afasta o platô do disco, causando seu lixamento. Traduzindo: causa o desgaste acelerado das peças, além de superaquecer todo o sistema.

USE O PONTO MORTO NO PLANO

É mais que comum que as pessoas mantenham o carro engatado nas paradas de semáforo. Mas essa não é a ação ideal. Em vez disso, deixe o carro em ponto morto sempre que possível, pois essa prática pode aumentar significativamente a longevidade da embreagem. Então anote aí e comece a praticar: a embreagem só deve ser usada na partida ou na troca de marchas.

PUXE O FREIO DE MÃO EM ACLIVES

Muitos motoristas escolhem segurar o carro em subidas usando o equilíbrio entre embreagem e acelerador. Você também? Pois aprenda já: essa técnica só vai conseguir acelerar o desgaste dos discos e o consumo de combustível. Pode acreditar: testar suas habilidades no manejo dos pedais desnecessariamente, costuma custar caro.

CONHEÇA O TIMING DO CARRO

Já ouviu falar na queima da embreagem? Isso acontece quando o condutor acelera mais que o necessário, sem soltar a embreagem o suficiente. Se você já fez isso, deve ter percebido que a rotação do motor foi aos céus, em seguida se tornando nítido o cheiro de queimado, causado pela fricção excessiva dos componentes. Vale lembrar que essa prática pode acabar com o sistema de embreagem em questão de minutos.

ESQUEÇA A SEGUNDA MARCHA NA HORA DE ARRANCAR

Eis aqui um dos vícios mais comuns de direção dos motoristas — e tanto faz se estamos falando de carro usado ou novo. Ao sair de um engarrafamento ou de uma parada em um semáforo, já reparou como é normal ver pessoas tentando sair de segunda? Mas isso reduz a vida útil do disco de embreagem. Use sempre a primeira marcha para iniciar o deslocamento do carro e, ao reduzir ou elevar a velocidade do veículo, faça de forma gradual.

TOME CUIDADO COM O PESO

Principalmente nas estradas, você já deve ter visto muitos carros entupidos de equipamentos e bagagens no porta-malas de uma forma tão desproporcional que a carroceria praticamente senta sobre a suspensão do carro. Nesse caso, nem precisamos dizer que pneus e amortecedores sofrerão danos, certo? Desgaste das borrachas da suspensão, vazamento de óleo, deterioração dos pneus: os prejuízos de sobrecarregar o porta-malas são inúmeros. Então tenha muita atenção a esse detalhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *